Iniciação ao Mundo da Chinchilla

A chinchila é um animal que necessita de alguns cuidados específicos. Sendo os mais importantes a temperatura do local onde se encontram, os banhos secos e os passeios diários, como tal deve informar-se bem de todos os cuidados a ter antes de adquirir um chinchila. Para ajudar quem esta a pensar adquirir uma chinchila fica aqui o que precisa providenciar antes de adquirir o animal.
Gaiola: Como roedor que é a chinchila não deve ser criado a solta, necessita de uma gaiola/viveiro para viver ate para sua própria segurança. O recomendado é que a gaiola não tenha grades nos pisos e rampas (as chins correm o risco de prenderem a pata e sofrerem uma fractura ou amputação), e tenha pelo menos a medida de 70 cm de largura, 80cm de altura e 60 de profundidade com vários patamares de madeira (o plástico é tóxico para as chins e a madeira própria ajuda a desgastar os dentes) para uma única chinchila
Ração: Deve dar-se em pellets e própria para chinchila. Rações com grãos/sementes (misturas) não são recomendadas. As palets devem de ser no grau de dureza indicado para proporcionar um bom desgaste nos dentes e sempre que abrir uma embalagem nova verifique que a mesma não se encontra com cor ou odor alterados. Cada chinchila come em media 40g diárias (cerca de 1,3 kg por mês) e alimentam-se principalmente durante a noite e madrugada.
Feno: Existem vários tipos de feno desde feno comum a feno aromatizado que vem com algumas flores misturadas (alguns vem com camomila, dente de leão, hibisco, erva cidreira, hortelã, rosas... algumas destas plantas tem fins medicinais). O feno é muito importante deve ser dado diariamente e estar sempre á disposição na gaiola. O feno é de grande importancia para as chinchilas pois ajudam no desgaste dos dentes que estão em constante crescimento.
Alfafa: A alfafa em rama é outro alimento de extrema importância na dieta das chinchilas. Deve dar-se dia sim dia não (as fêmeas gravidas ou em fase de amamentação deve oferecer-se diariamente). Quando for comprar escolha a mais verdinha e quando abrir o saco verifique se não tem mofo. Existe 3 tipos de alfafa, em rama, em cubo e a paletizada, a mais recomendada é a em rama pois é natural e as ramas como são rijos ajudam a desgastar os dentes traseiros os outros tipos de alfafa (cubo de alfafa, palets de alfafa) só desgastam os da frente.
Toca: A toca é muito importante pois é onde a sua chinchila se ira abrigar da claridade durante o dia para dormir. Pode ser de madeira de pinus branco não tratado ou inox, pode deixa-la no fundo da gaiola ou deixa-la suspensa (certifique-se que ta bem fixa e não corre risco de cair e magoar a sua chinchila).
Substrato de gaiola: As chinchilas ao contrario de outros roedores não teem um cheiro de urina muito forte. São animais muito limpos e asseados e normalmente fazem xixi sempre no mesmo local. Dependendo do substrato que você utilizar pode substituir com mais ou menos regularidade, sendo que a gaiola,deve ser limpa e desinfectada no mínimo 1 vez por semana. Pode utilizar vários tipos de forração sendo eles aparas de madeira natural (serradura sem perfume), pallets de madeira, granulado orgânico (milho ou celulose), etc... Eu nas minhas gaiolas utilizo aparas.
Não deve utilizar como substrato, areia de gato não é própria nem recomendada pois é muito abrasivo, nem deve utilizar papel de jornal pois a tinta é tóxica para chinchilas.
Por isso só recomendo os substratos de origem vegetal. Em caso de ingestão dos mesmos não farão nenhum dano a chinchila.
Bebedouro e Comedouro: A chinchila é conhecida por seu pelo denso e macio, devido a sua densidade o pelo não pode ser molhada para evitar fungos. Como tal deve ter um bebedouro especifico para roedores. Ja o pote de comida deve ser de inox para a chinchila não roer deve ficar fixo á gaiola para não haver risco da chinchila tombar e desperdiçar a comida.
Areia de Banho: Como as chinchilas não podem ser molhadas, elas precisam de banho seco. Existem vários tipos de areia de chinchila no mercado. É preciso ter em atenção de adquirir a areia correcta pois esta tem de ser suficientemente fina para poder penetrar no pelo denso das chinchilas para produzir o seu efeito. Deve proporcionar o banho no mínimo 3x por semana durante 15 min.
Brinquedos: Como roedores as chinchilas tem de roer para desgastar os dentes e evitar a má oclusão dentária. A chinchila pode roer a toca e prateleiras de sua gaiola caso sejam de madeira de pinus mas pode sempre optar por colocar alguns brinquedos para evitar ela estragar tanto os acessórios da gaiola e se manter distraída. Pode colocar pauzinhos de macieira, brinquedos de pinus próprio, casca de coco (sem vestígios da polpa branca) e pinhas (fervidas e bem secas).
Gaiola de Transporte: Muito importante em caso de ocorrer uma emergência e ter de deslocar o animal ate ao veterinário.
Pedras Resfriadoras: As chinchilas sofrem bastante com o calor e acima de 26º C ja existe risco de sobreaquecimento. A melhor opção e ter um AC para manter a temperatura ambiente sempre fresca mas no caso de não ter uma pedra mármore, granito ou ate mesmo azulejo dentro da gaiola já vai ajudar a refrescar a sua chin. O ideal é ter duas pedras para ir trocando entre elas (pode colocar no frigorífico).
creditos da foto: Dasha Antoshina