Importância do Colostro

Medidas simples podem contribuir para o criador manter seus filhotes sadios. Essa preocupação com a saúde dos animais deve começar logo nas primeiras horas de nascimento do filhote. Por isso, recomenda-se que o recém nascido receba sempre o colostro para evitar futuras doenças. O colostro é o primeiro leite de uma fêmea parida, esse leite é muito rico em proteínas e hemoglobinas. Este colostro funciona inicialmente como um lubrificante intestinal, mas seus efeitos imunológicos é que garantirão um animal saudável no futuro. Isto acontece, porque as chinchilas não passam através da placenta, todos os anticorpos necessários para os filhotes. Se o filhote não mamar o colostro, ficará exposto a doenças como diarreias e pneumonías, pois o aparelho imunológico só começa a se formar a partir da terceira semana de vida. Um filhote recém nascido deve mamar em torno de 6% a 8% do seu peso vivo. É bom saber que se o filhote mamar apenas uma vez o colostro, vai adquirir os anticorpos necessários para desenvolver-se de forma saudável. É importantíssimo desmamar os filhotes só 45 dias após o parto para desta formar permitir que a fêmea descanse o suficiente de modo a permitir a produção de um bom colostro para o próximo parto. Senão for respeitado esse repouso, o colostro nas gestações seguintes vai perdendo a sua capacidade imunológica. É como se o colostro fosse ficando cada vez mais fraco, perdendo a capacidade de combater doenças comuns nos primeiros meses do filhote. Essa é também uma das razoes pela qual se deve separar o macho da fêmea na altura do parto durante 10 dias, e evitar gravidezes consecutivas. É recomendável, observar o comportamento dos filhotes nas primeiras 48 horas. Se houver brigas, deve-se tentar fazer um revezamento a cada 2 horas, deixando um filhote de cada vez.

Duvidas sugestões visite-nos na nossa pagina do face:  https://www.facebook.com/ChinchilasMania/